Bolsa de Investigação da Fundação Calouste Gulbenkian para Investigador associado ao CIPES

Alberto Pena Rodríguez, Professor da Universidade de Vigo, obteve uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para desenvolver um projeto de investigação sobre “a oposição política à ditadura salazarista nos Estados Unidos. A campanha de propaganda de João Camoesas contra o Estado Novo na América do Norte (1930-1950)”. A investigação está associada ao CIPES, na qual o Professor João de Almeida Santos vai assumir o papel de orientador do projeto.

Pretende-se abordar, de forma interdisciplinar, a interseção entre a investigação histórica da propaganda e as relações internacionais, dentro de um contexto de análise sobre a oposição às ditaduras ibéricas no exterior. Este projeto visa resgatar do esquecimento a figura de João Camoesas, um político republicano que tem sido ignorado pelos historiadores apesar do seu papel extraordinário como líder da oposição à ditadura portuguesa na América. Além de Ministro da Educação, Camoesas era um médico de prestígio e autor de vários livros, diretor de A Fronteira e colaborador regular de vários jornais que foram para o exílio na América do Norte, entre 1929 e 1951, quando ele morre. João Camoesas foi presidente do Comité de Democracia Luso-Americano (PACD), fundado em fevereiro de 1945 em Nova York com a ajuda do diplomata Abílio Águas e do escritor José Rodrigues Miguéis. O PACD foi uma plataforma para ação política e agitação de propaganda, da qual nada foi escrito até agora.

A investigação é nova e original, de grande relevância para a história do exílio republicano português nos EUA, cujo estudo permanece praticamente inédito. Sobre a construção do imaginário cultural e ideológico e as atividades de propaganda dos imigrantes e exilados portugueses há uma enorme lacuna científica, particularmente em relação a João Camoesas. Seu significado histórico como líder do exílio português na América do Norte, seu perfil político e intelectual, juntamente com sua condição de ex-ministro, fazem dele objeto de estudo de enorme interesse científico na área de estudos ibéricos, especialmente no campo da propaganda política.

Esta investigação é uma continuação de um de seus trabalhos anteriores, “Salazarismo y anti-salazarismo en los Estados Unidos de América: información, prensa y propaganda en la comunidad inmigrante ibérica (1933-1955)”, desenvolvido na Universidade de Brown. O Professor Alberto Pena Rodríguez tem trabalhado temas que abordam aspectos históricos das relações ibérica ou lusófona. Desde 2012, desenvolve uma linha de investigação sobre a história da comunicação na comunidade portuguesa nos EUA, do qual se destaca o trabalho “News on the American Dream. A History of the Portuguese Press in the United States of America” a ser publicada na Tagus Press (University Press of New England.